segunda-feira, 22 de julho de 2013

C.S. Lewis - O leão, a feiticeira e o guarda-roupa



Sobre: Viagens ao fim do mundo, criaturas fantásticas e batalhas épicas entre o bem e o mal - o que mais um leitor poderia querer de um livro? O livro que tem tudo isso é O leão, a feiticeira e o guarda-roupa, escrito em 1949 por Clive Staples Lewis.


Opinião: Durante algumas semanas embarquei em uma história narrada com uma linguagem simples, porém detalhada, sobre um reino chamado Nárnia. Nesse primeiro livro da série As Crônicas de Nárnia escrito por C.S. Lewis, sendo o segundo na ordem cronológica, conhecemos Lúcia, Edmundo, Susana e Pedro - quatro irmãos que por conta dos ataques aéreos causados pela Segunda Guerra Mundial, se mudam para a mansão de um Professor no interior. 

O que parecia ser muito chato, para os quatro irmãos tornara-se uma aventura. Através de um guarda-roupa, eles embarcam em um novo reino nada parecido com o nosso, onde há animais que falam e outras criaturas fantásticas.

Gostei bastante da leitura pela sua simplicidade e pela mensagem passada pelo autor no decorrer das páginas do livro. Uma mensagem de amor, perdão e salvação para àquele que para muitos não merece perdão. 
Gostei de todos os personagens, sem ter tido um preferido. O autor conseguiu mostrar também a personalidade de cada um, o que às vezes muitos não conseguem. Percebi que dos irmãos, Susana é a mais frágil e temerosa, o que pode implicar muitas coisas no decorrer da série. 

Terminei de ler hoje dentro do ônibus à caminho da casa da minha irmã no meio de um engarrafamento do Campinho até a Taquara (RJ). Foi um bom passatempo. É sempre bom ter um livro na mochila para momentos como esse. 

Agora já comecei a ler O Cavalo e seu Menino, que logo escreverei sobre, aqui.

Tiago Vieira.


sábado, 13 de julho de 2013

Zack Snyde - The Man of Steel

Imagem: Google Imagens/Reprodução

O Homem de Aço
Direção: Zack Snyde
Roteiro: David S. Goyer
Elenco: Amy Adams, Henry Cavill, Russell Crowe, Kevin Costner...
Ano: 2013
Gênero: Aventura, Ficção Científica.
Duração: 2h23min


Sobre: Nascido em Krypton, o pequeno Kal-El viveu pouco tempo em seu planeta natal. Percebendo que o planeta estava prestes a entrar em colapso, seu pai o envia ainda bebê em uma nave espacial, rumo ao planeta Terra, levando com ele importantes informações de seu povo. Contrariado com tal atitude, o General Zod tenta impedir a iniciativa e acaba preso. Já em seu novo lar, a criança foi criada por Jonathan e Martha Kent, que passaram a chamá-lo de Clark. 
(Adaptado do portal AdoroCinema)


Opinião: O Homem de Aço é uma releitura, ou uma nova visão do clássico americano Super Homem. Não sei quantas adaptações cinematográficas já foram produzidas, mas sei que foram bastante. E ainda para completar, tem a grande série Smallville, que narra a trajetória do jovem Clark Kent até se tornar o Herói que todos nós conhecemos. Assim sendo, umas das perguntas que qualquer um pode fazer antes de assistir ao filme é: "o que mais eles podem contar?", ou "o que de diferente vai acontecer?". Algo desse tipo. Bem, a resposta eu obtive após 2h e 23min de filme.


A primeira parte do filme mostra o conflito que está ocorrendo em Krypton em relação a sua sobrevivência. Jorl-El e sua esposa tem um filho de forma natural - o que não acontecia com muita frequência em seu planeta -, e depois de saberem que o lugar onde vivem está em risco, decidem enviar Karl-El para um lugar seguro, junto com um artefato importantíssimo. 
Zod não era inimigo de Jorl-El; acho que eram até bem próximos, mas quando suas ideias bateram uma contra a outra, tudo mudou, inclusive a personalidade do vilão da história.

O filme é narrado em duas linhas de tempo: o Clark adulto tentando sobreviver, e ele jovem descobrindo seus poderes e fazendo escolhas para o futuro. Gostei bastante dessa divisão, mas houve partes do filme que fiquei um pouco sem saber onde exatamente estávamos. 



Gostei do trabalho de cada ator. Do elenco só conhecia Amy Adams e Kevin Costner, que interpreta Lois Lane - a repórter destemida, ousada e algumas vezes chata -, e Jonathan . Hery Cavill também interpretou muito bem o Homem de Aço, e convenceu em todas as cenas. Destaco também Michael Shannon, pelo papel de General Zod. 


Tirando algumas falhas e partes confusas na questão de localização no tempo da história, O Homem de Aço é um filme muito bom, capaz de proporcionar a todos que assistirem momentos de muita ação, suspense e efeitos especiais de primeira - principalmente quando se assiste em 3D!. Recomendo, e dou nota 9 para o filme.


    

Tiago Vieira.

quinta-feira, 11 de julho de 2013

Os Livros que Eu Vou Ler nas Férias: C.S. Lewis - As Crônicas de Nárnia

Foto: Tiago Vieira
Férias de Julho chegando e poderei descansar e, é claro, ler muito.

Ontem (10) adquiri o livro As Crônicas de Nárna Volume único, de uma colega minha que tinha dois exemplares. Ela me vendeu por bem barato - R$ 10,00 -, por estar só um pouquinho usado; mas nada que atrapalhe a leitura. 

Anteriormente já havia lido O Sobrinho do Mago, então já comecei a ler o seguinte pela ordem cronológica, que é O Leão, a Feiticeira e o Guarda Roupa. A leitura está sendo muito boa, e o fato de eu ter assistido ao filme não está atrapalhando de nada, pois já tem muito tempo que eu o fiz, e a narração de Lewis supera qualquer adaptação.

Ao final de cada livro vou fazer um comentário aqui, para registrar.

Tiago Vieira.