sexta-feira, 29 de março de 2013

Once Upon a Time 2x14 - "Manhattan"


Google Imagens/Reprodução
Depois de um episódio fraco típico para tapar buracos e deixar os fãs na expectativa de saber o futuro da série e todas as suas reviravoltas, enfim um episódio que respondeu a muitas perguntas, mas que deixou outras questões que me diz que uma terceira temporada poderá vir.
Once Upon a Time é uma série muito especial para mim. Na verdade nunca parei pra assistir uma série, e essa foi a primeira. Por recomendação do meu irmão, me interessei pela série e passei a assisti-la desde a primeira temporada. Agora estou na fase final da segunda e não me arrependo de ter começado.
O episódio 14 pode ser resumido como um episódio bem Família. Isso porque Regina e sua mãe Cora se juntaram para derrotar a Branca e todo o povo de Storybrook,  Henry e Emma estão juntos e descobrem um integrante da família em Manhattan e Mr.Gold fica frente a frente com seu filho.
Na linha de tempo do passado, é contado a história de como o Rumple recebeu o nascimento do seu filho Bae, e como ele lutou para tê-lo consigo. Ele conhece uma vidente nada bem aparentada e a coisa revela muitas coisas do futuro para ele. E mais: ela nos revela algo de suma importância para a série - coitado do Henry...

Há mais uma preocupação. Na verdade, algo que promete dar um ar de mistério a mais na série: o homem estranho que foi parar em Storybrook depois de um acidente de carro no episódio The Outsider. Ele está vendo coisas de mais, e agora pretende continuar na cidade - o que é perigoso.
OUaT tem tudo para continuar bem. E mal posso esperar pelos próximos episódios!


Tiago Vieira.

quarta-feira, 27 de março de 2013

John Boyne - O Menino do pijama listrado




O Menino do pijama Listrado
Autor: John Boyne
Editora: Cia. Das Letras

Sobre: "... Caso você comece a lê-lo, embarcará em uma jornada ao lado de um garoto de nove anos chamado Bruno (embora esse livro não seja recomendado a garotos de nove anos). E cedo ou tarde chegará com Bruno a uma cerca. Cercas como essa existem no mundo todo. Esperamos que você nunca se depare com uma dessas.

Opinião: Peguei esse livro emprestado com a minha prima no mês de agosto de 2012 e comecei a lê-lo. Parei nos primeiros capítulos pois não consegui me prender com a narrativa do autor. Surgiram outros livros e fui deixando O Menino do pijama listrado para trás, mas com o marcador na página onde eu havia parado, pois sabia que valeria a pena continuar um dia. Chegou 2013 e eu decidi voltar a lê-lo. Mais uma vez desisti até que depois de um tempo eu comecei de novo - desta vez do início - e consegui depois de mais algumas semanas terminar e me encantar pelo livro. 
O Menino do pijama listrado é uma fábula encantadora de um marco histórico que considero ser um dos mais terríveis que já ouvir dizer: a perseguição aos Judeus. Nesse livro John Boyne escreve de forma simples e em linguagem universal, a história do pequeno Bruno que vê sua vida virada de cabeça pra baixo quando recebe a notícia de que terá que sair de sua casa em Berlim e ir com seus pais e sua irmã Gretel - o Caso Perdido - para um lugar chamado Haja Vista, porque o Fúria tinha grandes planos para o seu pai. 
Bruno sempre disse que se mudar para aquele lugar tão diferente de Berlim era uma má ideia, e começou a contar os dias para voltar a sua verdadeira casa e para seus três melhores amigos. Até que ele avista da janela de seu quarto uma cerca enorme com pessoas vestidas todas iguais:  todas de pijama listrado. Então o menino fica muito curioso com aquilo e mal entende o que significava, até que em uma exploração conhece o pequeno Shmuel, que vive do outro lado da cerca; ambos criam uma grande amizade.
O que mais gostei no livro foi a forma simples com que o autor escreve, mas mesmo assim conseguindo criar uma história incrível cheia de detalhes que me surpreenderam muito. Bruno e Shmuel mostraram a inocência das crianças e o que é amizade sincera entre duas pessoas. 
O final do livro me surpreendeu e emocionou. Fiquei triste e refleti o quanto aquele povo sofreu nas mãos de pessoas más.  
Enfim, esse livro me marcou e nunca vou me esquecer dessa linda obra que retrata um momento tão triste da humanidade e que defende que somos todos iguais. 

Tiago Vieira.

Once Upon a Time 2x13 - "Tiny"

Depois de mais de um mês sem poder ver OUaT por questão de tempo e o próprio dowload que meu irmão faz e ultimamente não tem podido fazer, eu finalmente assisti ao episódio 13.
Confesso que o episódio em si não foi revelador e tão empolgante, mas pude captar a mensagem que os roteiristas quiseram passar em relação à situação do povo de Storybrook. Todos tem o desejo de voltar para o Reino, e as chances de isso acontecer são grandes, mas a própria Mary Margareth disse que " o lar é o lugar onde a família está".

Google Imagnes/Reprodução
        
Nesse episódio é contado mais da história do Gigante. Ele vivia com os irmãos lá em cima do pé de feijão, mas depois de um jantar onde foi de certa forma ridicularizado, decidiu conhecer o mundo dos humanos. Lá em baixo está James (o irmão gêmeo do David), e Jack, sua parceira; os dois enganam o pobre do Gigante, e o mesmo acredita que os dois querem ser amigos dele. Depois descobre a farsa, mas as consequências foram inevitáveis.  
No nosso mundo, Emma, Henry e Mr.Gold saem de Storybrook à procura de Bae. Mr.Gold descobre que perdeu os poderes, mas não conta aos companheiros de viagem. O temor dele foi bem claro.
Agora é assistir os próximos episódios e aguardar por reviravoltas e verdadeiras revelações em OUaT.



Tiago Vieira.

quinta-feira, 7 de março de 2013

O Livro que Eu Vou Ler...


Foto: Tiago Vieira
O Preço de Uma Lição é minha leitura atual. Mesmo não tendo terminado de ler O Menino do Pijama Listrado (que está sendo uma luta), vou dar uma chance pra esse livro que recebi da Eduarda Menezes do blog BookAddict, através de uma promoção super legal que tive a sorte de ganhar :-)
Em relação ao O Preço de Uma Lição, tenho lido algumas resenhas não muito animadoras e a trama adolescente não faz muito o meu gosto. Confesso que não espero ler uma maravilha de livro, mas quero ler e tirar minhas conclusões a respeito do mesmo. 

Tiago Vieira.

sexta-feira, 1 de março de 2013

Aniversário do Rio de Janeiro e Greve dos Ônibus de Surpresa aos Cariocas

RIO DE JANEIRO, 01º DE MARÇO DE 2013,

Google Imagens/Reprodução.
Acordo às 05h:30min em um dia super nublado, ameaçando chuva. Um ótimo tempo para ficar em casa relaxando por mais horas. Mas como não há vitória sem luta, tive que levantar para ir à escola - as sextas-feriras meu horário vai das 7 da manhã, às 18h:50min. 
Minha mãe errou a rádio e acabou parando na Band News FM. O que foi bom, pois lá ficamos sabendo da greve de ônibus logo no dia do aniversário da nossa Cidade Maravilhosa. Mas mesmo assim, saí de casa acompanhado por ela até o ponto de ônibus. Assim quando cheguei lá, vimos que tinha bastante gente. Minha mãe ficou conversando com uma senhora e as duas perceberam que o ônibus não ia chegar nem tão cedo. Resultado: voltamos pra casa e aqui estou!


É muito triste ter que saber que os motoristas fizeram greve pois não estão satisfeitos com seu salário. É em momentos como esse que vemos a importância de homens e mulheres que trabalham nas companhias de ônibus. Eles são os responsáveis pela maioria da população poder chegar ao trabalho e ao colégio. E eles necessitam de respeito e um salário satisfatório - pois muitos deles fazem função dupla: a de motorista e cobrador.



E num dia que era para os noticiários darem notícias boas, de festa, hoje só escutaremos sobre a greve dos ônibus e o povo carioca que está sofrendo tentando ir ou voltar do trabalho.

Falta pouquíssimo para a Copa das Confederações, do Mundo e as Olimpíadas e Paraolimpíadas de 2016. Muito tem que melhorar.
Nesse dia eu só desejo que nossa Cidade Maravilhosa seja realmente Maravilhosa em emprego, salários, saúde, transporte, educação e respeito. Que Deus abençoe essa cidade!


Tiago Vieira.